Promoção cognitiva

Nome do programa: Programa de Promoção Cognitiva

Autor(es) e edição: Leandro S. Almeida, Maria de Fátima Morais & Vera Ramalho. 5ª Edição Revista. Braga, Portugal: Psiquilibrios Edições, 2009.

Objetivo: O “Programa Promoção Cognitiva” visa o desenvolvimento de competências cognitivas, desde processos cognitivos básicos (atenção, perceção, memória) até aos processos cognitivos superiores (categorização, raciocínio, criatividade), para além de processos ou estratégias metacognitivas de resolução de problemas (metacognição, autorregulação). Destinado a adolescentes pelo conteúdo e formato escolhidos para as tarefas de treino propostas, tem sido sobretudo aplicado a alunos com ligeiras dificuldades em termos cognitivos e de aprendizagem.

Estudos de validação: Dificuldades várias em termos metodológicos, ou insuficiente fundamentação dos próprios programas, impedem uma leitura clara dos efeitos da aplicação deste tipo de programas, nomeadamente em termos de generalização dos ganhos e sua retenção ao longo do tempo (follow-up). No caso do “Programa Promoção Cognitiva” alguns resultados, comparando préteste e pósteste, sugerem ganhos dos alunos em termo de discurso metacognitivo, de motivação pelas tarefas cognitivas e de aprendizagem, por maior autoestima e melhores métodos de estudo. Maior inconsistência tem havido em ganhos nas funções cognitivas. A qualidade do tutor (aplicador) e o empenho dos alunos nas tarefas são decisivos.

Pormenores técnicos: Programa extracurricular estruturado em 4 módulos (Envolvimento pessoal e metacognitivo na resolução de problemas, Receção e Organização de Informação, Relacionamento de Informação, e Elaboração de Respostas), integrando 15 sessões de 90 minutos. Cada sessão integra três momentos: revisão dos trabalhos de casa e apresentação do tema da sessão, realização sequencial das atividades (primeiro individualmente seguida da partilha e confrontação de processos e soluções no grupo), e síntese e indicação das atividades para casa. As sessões seguem uma sequência de processos, desde o input ao output, em pequenos grupos de alunos (8-10 alunos). As atividades recorrem a conteúdos verbais, numéricos, figurativos e espaciais, sendo aplicadas por psicólogos ou professores, mediante formação prévia.

Distribuição: Manual e Caderno de atividades disponíveis em Psiquilíbrios, Braga-Portugal.

Referências bibliográficas

Almeida, L. S. & Balão, S. G. (1996). Treino cognitivo de alunos com dificuldades na aprendizagem: Reflexões em torno de uma experiência no 5º ano. Revista Portuguesa de Educação, 9(2), 29-41.

Almeida, L. S. & Morais, M. F. (1994). Programa “Promoção Cognitiva”: Fundamentos, Manual e Material, 1ª Edição. Barcelos: Didálvi.

Almeida, L. S., Morais, M. F., & Ramalho, V. (2009). Programa de “Promoção Cognitiva”: Actividades de treino cognitivo na adolescência, 5ª Edição revista. Braga: Psiquilíbrios.

Almeida, L. S. & Morais, M. F. (1997). Promoção Cognitiva: A cognitive training programme for adolescents. In J. H. M. Hamers & M. Th. Overtoom (Eds.), Teaching thinking in Europe: Inventory of European programmes. Utrecht, The Netherlands: SARDES (pp. 39-44).