Concurso de Poster

POSTER VENCEDOR

Mérito académico no ensino superior e carreira profissional: Um estudo de caso no feminino
Micaela Manuel & Ana Antunes (Univ. Madeira); micasmanuel@hotmail.com

Ao longo do tempo tem-se assistido a uma atenção no estudo das questões de género e, também, sobre mulheres eminentes, ou seja, mulheres que alcançam a excelência em áreas e contextos valorizados socialmente, altamente competitivos e que exigem um nível superior de conhecimentos especializados. No entanto, alguns fatores foram surgindo na literatura como inibidores do sucesso à medida que estas mulheres vão exercendo uma atividade profissional, podendo ser necessária intervenção no sentido de as ajudar a lidar com estas adversidades e a construir um projeto de carreira, de modo a não privar a sociedade do contributo que podem oferecer. Neste sentido, o objetivo principal deste trabalho é, numa lógica de estudo de caso, identificar e analisar de forma exploratória as caraterísticas e os percursos de vida de um grupo de alunas de mérito no ensino superior, procurando conhecer os fatores que parecem condicionar o sucesso académico e a inserção no mercado de trabalho e a construção da carreira. As participantes são cinco mulheres que receberam, pelo menos um prémio/bolsa de mérito numa universidade pública portuguesa, entre os anos letivos de 1999/2000 a 2012/2013. Os dados foram recolhidos através de entrevistas semiestruturadas e da aplicação do NEO-PI-R, Inventário de Personalidade NEO Revisto. As entrevistas foram analisadas através de análise de conteúdo e foram construídos perfis individuais dos traços avaliados pelo NEO-PI-R. Os resultados sugerem que, apesar de algumas idiossincrasias, as participantes apresentam fatores pessoais e contextuais comuns considerados fundamentais para a emergência e manutenção da excelência na idade adulta, nomeadamente ao nível da personalidade (e.g. abertura à experiência, conscienciosidade), da motivação (e.g. paixão pela área), da cognição (e.g. autorregulação). No entanto, verifica-se que no caso destas mulheres o reconhecimento académico por mérito não significou, até ao momento, sucesso profissional de mérito excecional e reconhecido. Salienta-se que aspetos como a multipotencialidade, a dificuldade na gestão de papéis dentro e fora da carreira, as oportunidades e as próprias ambições e opções pessoais parecem ter condicionado o investimento nas suas carreiras. Finalizamos com a apresentação das limitações da presente investigação e com algumas sugestões para estudos futuros.

 

CANDIDATURAS
Todos(as) os(as) autores(as) dos trabalhos candidatos aos Prémios devem formalizar o seu processo de candidatura através do envio obrigatório de email para a organização, com  manifestação de tal intenção, incluindo: a) envio do resumo que pretende submeter a concurso (previamente aprovado pela Comissão Científica); b) cópia de CV (curriculum vitae atualizado); c) cópia do cartão de identidade;  e d) comprovativo de data de conclusão do curso de Mestrado e/ou Doutoramento. As manifestações de candidatura aos Prémios deverão ser enviadas até 15 de agosto de 2017, simultaneamente,  para os seguintes endereços de email:adipsieduc@gmail.com e jcruzepsium@gmail.com.

CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DO PRÉMIO:
1) Relevância e pertinência do tema para o âmbito da Conferência e dos objetivos da ADIPSIEDUC, em geral;
2) Originalidade e qualidade do trabalho de investigação e/ou prática profissional apresentado, nomeadamente no domínio da psicologia da educação;
3) Coerência e estruturação da informação apresentada e qualidade da apresentação na Sessão de Posters da Conferência.

JÚRI
O Júri englobará entre 4 e 6 membros associados e doutorados e/ou investigadores de reconhecido mérito e de diferentes nacionalidades, no domínio da Conferência (a constituição final dos membros do Júri será divulgada na Sessão de Abertura da II Conferência).

1º PRÉMIO: 100 Euros (Produtos FNAC), Diploma e um ano de isenção de quotas de associado(a) da ADIPSIEDUC; 

MENÇÕES HONROSAS (até 3, no máximo): Diploma e um ano de isenção de quotas de associado na ADIPSIEDUC.

REQUISITOS:
1) O(a) candidato(a) terá de ter idade igual ou inferior a 35 e concluído o seu curso de Mestrado e/ou Doutoramento há menos de 3 anos, à data da Conferência;
2) Deverá ser simultaneamente primeiro(a) autor(a) e apresentador(a) do trabalho submetido para apreciação;
3) O trabalho submetido a concurso deverá ser original e nunca antes apresentado em reuniões científicas e/ou publicado;
4) Cada candidato(a) apenas pode concorrer com um trabalho. Candidatos(as) com mais de um trabalho submetido e aprovado deverão indicar previamente qual o trabalho que está a concurso.